com o apoio
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

Alterações climáticas afetam corais e esponjas do fundo do mar de forma diferente

Os corais e as esponjas são fundações importantes nos ecossistemas oceânicos, proporcionando estrutura e habitats que abrigam um grande número de espécies como peixes, caranguejos e outras criaturas, principalmente nos montes submarinos e desfiladeiros de alto mar.
Investigadores da Universidade de New Hampshire descobriram que, no que diz respeito às alterações climáticas, nem todos os corais e esponjas do fundo do mar são afetados da mesma forma e alguns podem ser ameaçados se a temperatura média do oceano continuar a aumentar no mar profundo do Atlântico Noroeste.

“Esses corais e esponjas do fundo do mar são ecologicamente importantes porque são espécies fundamentais que contribuem para a teia alimentar e perdê-los poderia eventualmente reduzir a biodiversidade do mar profundo”, afirmou Jennifer Dijkstra, professora assistente de pesquisa do Centro de Pesquisa Costeira e Mapeamento do Oceano.

No seu estudo, publicado na revista Global Ecology and Biogeography, os investigadores combinaram dados sobre temperatura, oxigénio dissolvido, salinidade e profundidade com vídeos subaquáticos de alta resolução do fundo do mar. O vídeo foi gravado por um veículo operado remotamente (ROV) ao longo dos Canyons do Nordeste e da Cadeia de Montes Submarinos de New England. Os investigadores analisaram os dados e anotaram o vídeo do ROV para determinar a densidade dos corais e esponjas em áreas específicas, permitindo que os cientistas identificassem a sua localização.

Foram vinculadas variáveis ​​ambientais a padrões emergentes e altas densidades em faixas ambientais estreitas. Embora corais e esponjas co-ocorram, variáveis ​​relacionadas ao clima temperatura, salinidade e oxigénio dissolvido contribuíram para a distribuição das esponjas, enquanto as propriedades do fundo do mar de declive e substrato contribuíram para a distribuição dos corais.

“O artigo mostra que nem todos os corais e esponjas do fundo do mar foram influenciados pelas mesmas variáveis ​​ambientais e cada um tem diferentes níveis de sensibilidade”, disse Dijkstra. “Mudanças na temperatura e no oxigénio dissolvido, que vão além do que os corais e esponjas do fundo do mar estão acostumados, podem enfatizar a fisiologia da espécie, afetando o crescimento, a perda de tecido e a reprodução.”

Em geral, os corais do fundo do mar são encontrados de 200 a 10.000 pés abaixo do nível do mar, onde a luz solar não existe. Ao contrário dos recifes de coral de águas rasas, que se limitam às águas tropicais quentes, os corais de águas profundas são encontrados em todos os oceanos do mundo, das regiões tropicais às polares, formando bosques de árvores ou formas de leque que podem atingir metros de altura.

As populações de esponjas do fundo do mar podem filtrar a água, coletar bactérias e processar carbono, nitrogénio e fósforo. Corais e esponjas do fundo do mar foram encontrados em plataformas continentais, desfiladeiros e montes submarinos em mares profundos ao redor do mundo, mas a sua extensão total é desconhecida porque apenas 15 por cento do fundo do mar da Terra foi mapeado com imagens de alta resolução.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...