Alterações climáticas influenciam o tamanho do corpo humano, aponta novo estudo

Alterações climáticas influenciam o tamanho do corpo humano, aponta novo estudo

Um novo estudo, publicado na revista Nature, indica que as mudanças no tamanho médio do corpo humano estão intimamente ligadas às alterações climáticas.

Este estudo, liderado pela Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e pela Universidade de Tübingen, na Alemanha, conclui que os climas mais frios levariam a corpos maiores, enquanto climas mais quentes, a corpos menores. Para o estudo, os investigadores analisaram dados de cerca de 300 fósseis da família Homo, da qual a nossa espécie Homo Sapiens pertence. Posteriormente fizeram uma reconstrução dos climas regionais da Terra, calculando qual teria sido o clima de cada fóssil em vida.

“Corpos maiores podem proteger os indivíduos das temperaturas frias – quanto maior for, menor será a sua superfície em comparação com o seu volume, então conserva o calor de forma mais eficiente”, indicou a professora de ecologia evolutiva da Universidade de Cambridge, Andrea Manica à CNN.

Já em relação ao impacto das alterações climáticas no tamanho do cérebro, os cientistas concluíram que, apesar de o clima ter influência, não explica as alterações.

“O clima explica mudanças no tamanho do cérebro muito menos do que no o tamanho do corpo. Isso significa que outros fatores, como desafios cognitivos adicionais de vidas sociais cada vez mais complexas, dietas mais diversas e tecnologia mais sofisticada provavelmente foram os principais impulsionadores de mudanças no tamanho do cérebro”, concluiu Manica, em entrevista à CNN.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...