Altice Portugal compromete-se com a neutralidade carbónica até 2050

A Altice Portugal acaba de anunciar o seu compromisso de alcançar as zero emissões líquidas até 2050. Como tal, a empresa aderiu à campanha internacional “Business Ambition for 1.5ºC”,  liderada pela Science Based Targets initiative (SBTi), em parceria com United Nations Global Compact e com a coligação We Mean Business.

A nova meta está em linha com os critérios e as recomendações da Science Based Targets, que têm como objetivo limitar o aquecimento global a 1.5ºC.

Alexandre Fonseca, Presidente Executivo da Altice Portugal, anunciou em reunião de Comité de
Sustentabilidade o novo compromisso de neutralidade carbónica, bem como o contributo que a empresa pretende dar para a COP26, em linha com os objetivos do Acordo de Paris.

“Uma única palavra que sozinha engloba algo que nos transcende: o futuro da humanidade. É por isso
que a Sustentabilidade é uma filosofia de vida para a Altice Portugal. Este compromisso reflete um novo passo que damos rumo ao progresso social e económico do nosso País, rumo a um mundo mais sustentável, rumo a um futuro mais longínquo”, refere Alexandre Fonseca, Presidente Executivo da Altice Portugal. “Queremos dar o nosso contributo para a COP26 e demonstrar que a empresa está alinhada com os objetivos do Acordo de Paris. Este nosso compromisso vem no seguimento do trabalho que já vimos a realizar e das boas práticas que seguimos, como empresa líder em todos os mercados que atuamos”, acrescenta.

A adesão à primeira edição do Climate Ambition Accelerator – o programa do UN Global Compact que iniciou neste mês de julho para apoiar empresas em todo o mundo a definir metas alinhadas com a ciência rumo às zero emissões líquidas – é um exemplo do compromisso da Altice Portugal neste domínio.

Com esta associação, a empresa líder no setor das comunicações passa a integrar as entidades parceiras da SBTi e a Campanha Race to Zero, campanha global que pretende promover uma recuperação saudável, resiliente e carbono zero, que evite ameaças futuras, crie empregos dignos e promova um crescimento inclusivo e sustentável.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...