com o apoio
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

Amazonia-1: o satélite que vai monitorizar a Floresta tropical

Foi lançado na madrugada de domingo o primeiro satélite brasileiro Amazonia-1, uma ferramenta que terá uma importância fundamental na proteção e na conversação da floresta tropical da Amazónia.

A Missão Amazonia é coordenada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e tem planeados três satélites, além do Amazonia-1 já concluído, o Amazonia-1B e Amazonia-2.

Com uma cobertura de 850 quilómetros, o satélite irá gerar imagens a cada cinco dias, que vão permitir observar não só a desflorestação na Amazónia, tal como monitorizar a região costeira, os reservatórios de água e possíveis desastres ambientais, explica o Instituto. Segundo um dos seus relatórios, 20% das área protegidas da Amazónia já foram destruídas.

Após vários cortes no orçamento do INPE desde 2019, os cientistas estão céticos relativamente ao apoio do governo brasileiro. “Tenho a certeza de que os cientistas do INPE vão fornecer os dados sem ceder a nenhuma pressão, mas tenho dúvidas de que o atual governo vai valorizar esses dados”, afirma o físico Ricardo Galvão, na Science.

Foi lindo.

Apos Tantos ano de Desenvolvimento, tanto esforço dispendido, Tantas dificuldades superadas, foi lindo ver … </ p> Publicado por Engenharia Espacial INPE: Missão Amazônia-1 em & nbsp; Segunda-feira, 1 de março de 2021 </ blockquote> </ div>

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...