Austrália testa painéis solares impressos em impressoras convencionais

E se fosse possível imprimir painéis solares de forma simples? É esta a premissa de uma nova tecnologia que está a ser instalada na Austrália, num projeto piloto que tem o potencial de revolucionar o mercado da energia solar.

O professor de física Paul Dastoor criou um novo tipo de painéis solares que pode ser impresso recorrendo a impressoras convencionais. Esta tecnologia é extremamente barata de produzir, custando menos de dez dólares (oito euros) por metro quadrado.

Estes painéis usam tinta eletrónica impressa em folhas de plástico, que podem ser instaladas por um punhado de pessoas num dia. A tecnologia foi desenvolvida em 2017 e está agora a ser testada numa instalação piloto com 200 metros quadrados na Austrália.

Do lado dos pontos negativos desta abordagem, contam-se o facto de ser uma tecnologia que produz painéis solares menos eficientes do que os de silício, e de se degradar mais depressa que estes últimos. Mas Dastoor disse ao The Guardianque estas preocupações não são relevantes. O que importa saber é quanto custa a energia elétrica produzida por esta solução. “A pergunta é quanto custa a energia? Estes materiais são tão baratos de produzir e instalar que quando calculamos o custo total da energia, quando fabricamos em massa, este torna-se um produto competitivo.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...