Banco Montepio premeia seis projetos inovadores



Já são conhecidos os vencedores do “Banco Montepio Acredita Portugal”, o concurso de empreendedorismo promovido pela Acredita Portugal e pelo Banco Montepio, que este ano recebeu mais de 10 mil ideias.

Os seis projetos vencedores assentam em diferentes eixos, nomeadamente, a criação de smart cities, mobilidade sustentável, inovação ligada à água, empreendedorismo social e tecnologia.

Durante a 11ª edição do concurso, os premiados passaram já por um Programa de Aceleração com duração de dois meses e meio e tiveram acesso a mentoria pela rede de parceiros e especialistas da Acredita Portugal. Os participantes vão agora receber um pacote de serviços destinado a apoiar a sua entrada ou consolidação no mercado, e ter acesso a vários espaços de incubação.

Conheça aqui os vencedores desta edição:

  • Prémio Empreendedorismo Social, com o apoio do Banco Montepio: Techtale – Solução que visa ajudar terapeutas especializados em reabilitação neurológica pediátrica a tornar o seu atendimento mais prático e personalizado, através de jogos e e-books customizáveis que podem ser ajustados de acordo com as necessidades dos pacientes;
  • Prémio K.Tech, com o apoio do KCS iT: Job Coach – Junta estudantes, empresas e ensino numa plataforma digital que agiliza a entrada dos estudantes no mercado de trabalho, faz o match entre finalistas e o mercado e inova o paradigma atual de recrutamento, eliminando pain points recorrentes;
  • Prémio Brisa Mobilidade 2021: We Can Charge – Solução para gerir e controlar, de forma inteligente, redes de carregamento para veículos elétricos;
  • Prémio H2O Inovação, com o apoio da Águas de Gaia: PWTech – Nasceu com o objetivo de levar água de qualidade a lugares de difícil acesso e com reduzida infraestrutura. A sua atuação tem ampliado ao longo dos anos, e hoje o produto apoia desde equipas de combate a incêndios florestais à indústria da construção civil, agropecuária e de base. Além de robusto, adaptável, leve e portátil, o produto entra integra o universo das cidades sustentáveis, smart cities e “internet das coisas”;
  • Prémio Gaia 3C: Construção Circular da Cidade: ROOTure – É uma plataforma e-commerce colaborativa que conecta os vendedores aos compradores de produtos artesanais. O objetivo do projeto é ligar e reunir artesãos e designers, especialmente de regiões de baixa densidade populacional, num processo de cocriação que enfatiza as necessidades e expectativas dos potenciais clientes, a fim de satisfazer as exigências do mercado global, promovendo a inovação, a possibilidade de partilha de técnicas e conhecimento;
  • Prémio Montepio Acredita Portugal: Mum’s Cooking – Marca Portuguesa de comida congelada saudável. Saudável, porque é tudo caseiro, confecionado sem aditivos e com ingredientes de origem biológica.

Fernando Fraga, Diretor de Inovação da Acredita Portugal, refere que esta esta “foi a primeira edição do concurso a decorrer online de uma forma planeada e estruturada. Apesar do concurso ter tido desde sempre uma forte componente digital, esta mudança permitiu-nos preparar ainda melhor o apoio que damos aos empreendedores sem realmente estarmos com eles no mesmo espaço. Por outro lado, foi uma edição que surgiu numa altura de várias mudanças sociais, em que muitos portugueses perderam o emprego devido à pandemia. Estes empreendedores já têm por norma bastante experiência na sua área de atuação, faltando apenas alguns conhecimentos básicos de gestão e estruturação da ideia de negócio. Apoiamos os empreendedores com conhecimento e ferramentas e somos muitas vezes o ignite que mostra às pessoas que são capazes e podem mesmo desenvolver um projeto próprio. Acabamos por servir de porta de entrada no ecossistema empreendedor e de veículo para pessoas que nunca se imaginaram empreendedoras entrarem neste incrível mundo do empreendedorismo”, conclui.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.