Besta Louca. O bizarro mamífero que viveu entre os últimos dinossauros

Um mamífero do tamanho de um gato, apelidado de “animal louco” pelos cientistas de Denver, nos EUA, viveu em Madagáscar, ao lado dos últimos dinossauros no planeta Terra.

O fóssil de 66 milhões de anos é descrito num estudo publicado na revista Nature. Esta descoberta desafia suposições anteriores que constatavam que os mamíferos da ocasião teriam que ser muito pequenos – do tamanho de ratos – para sobreviver ao lado de dinossauros.

Os cientistas pensam que a criatura, da família dos texugos, conhecida como “Adalatherium”, se enterraria na terra, ajudando-a, deste modo, a escapar dos dinossauros predadores. O animal pesaria cerca de 3 quilos e teria 52 centímetros de altura.

O nome “Adalatherium” é traduzido das línguas malgaxe e grega e significa “besta louca”. A descoberta “quebra muitas regras”, disse David Krause, do Museu de Natureza e Ciência de Denver, que liderou a investigação, à BBC.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.