Cachalote-pigmeu resgatado em praia de Leça da Palmeira



Ontem à tarde, um exemplar juvenil de cachalote-pigmeu foi detetado na praia do Aterro, em Leça da Palmeira, Matosinhos. O animal encontrava-se a nadar junto à zona de rebentação e apresentava ferimentos na cabeça.

Dado o alerta, o mamífero foi resgatado por uma equipa da Rede Nacional de Arrojamentos, que integrou elementos da Polícia Marítima, da Proteção Civil Municipal (Sistema de Salvamento Balnear de Matosinhos), do projeto Sea Watch e vigilantes da Natureza do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Depois de ser assistido por profissionais do Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CRAM), o cachalote-pigmeu foi transportado para o CRAM do ECOMARE, em Ílhavo, para receber cuidados especializados.

A ocorrência da espécie Kogia breviceps junto ao território continental é pouco comum, sendo mais provável observá-la ao largo dos Açores e da Madeira.

A Rede Nacional de Arrojamentos, responsável por esta operação, é coordenada pelo ICNF e encontra-se dividida em redes regionais no Norte, Centro, Alentejo e Algarve, compostas por diferentes entidades, de modo a dar resposta mais rápida e eficaz à ocorrência de mamíferos e répteis marinhos encalhados na costa portuguesa.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.