Câmara de Aveiro espera eliminar 800 toneladas de CO2 nos transportes



A Câmara de Aveiro (CMA) espera eliminar 800 toneladas de dióxido de carbono (CO2) da atmosfera, com um conjunto de medidas na área dos transportes, revelou ontem fonte municipal.

“A aposta da CMA na descarbonização vai significar, no final deste processo, uma eliminação, no mínimo, de cerca de 800 toneladas de CO2 da atmosfera”, salienta em nota de imprensa.

Conta para isso com a entrada em funcionamento do ‘ferryboat’ elétrico que já se encontra em testes e vai ligar São Jacinto ao Forte da Barra, que deverá eliminar mais de 300 toneladas de CO2/ano da atmosfera.

O ferryboat representa um investimento de cerca de nove milhões de euros (navio e os postos de carregamento), reforçando a capacidade para o transporte de viaturas (+ 30%) e de passageiros (+ 90%).

“Com um investimento de 350 mil euros no sistema de carregamento, a CMA prepara-se para ativar a eletrificação de 27 moliceiros, que realizam operações marítimo-turísticas no Canal Central da Ria de Aveiro”, adianta.

Pelos cálculos apresentados pela autarquia, vão ser mais 400 toneladas de CO2 por ano que vão ser eliminadas em resultado da eletrificação dos barcos moliceiros.

Nas contas da autarquia entra também a substituição da antiga frota de autocarros por 14 autocarros 100% elétricos da AveiroBus (Transdev), a que corresponderá a eliminação de mais de 380 toneladas de CO2/ano.

Cerca de 45% dos autocarros de toda a frota a circular em Aveiro são já a energia elétrica, “o que significa que mais de 60% dos quilómetros realizados pelos autocarros da Transdev são feitos sem emissões de CO2”.

O CO2 é um composto químico gasoso que tem sido associado pela comunidade científica ao efeito de estufa e às alterações climáticas.





Notícias relacionadas



Comentários
Loading...
viagra before and after photos what to expect when husband takes viagra