Cão morre depois de ter ingerido uma cápsula de cigarro electrónico

Ivy, uma cadelinha de 14 semanas, morreu na semana passada depois de ter comido uma cápsula de cigarro electrónico que o seu dono deixou cair do bolso acidentalmente.

O dono, Keith Sutton, não foi rápido o suficiente para conseguir impedir Ivy de ingerir a cápsula de nicotina. “Ela mastigou a cápsula e furou o involucro de plástico da nicotina. Ingeriu apenas uma pequena quantidade de nicotina mas foi o suficiente para espumar da boca”, conta o dono, cita o Huffington Post.

Sutton levou imediatamente Ivy para o veterinário, mas já foi tarde de mais. A quantidade de nicotina ingerida pela pequena Straffordshire bull terrier foi letal e que acabou por causar a morte por envenenamento.

Normalmente, a ingestão de nicotina por parte dos animais pode causar vómitos, tremores e taquicardias, mas não costuma provocar a morte. No entanto, uma vez que Ivy tinha apenas poucos meses de vida estava mais vulnerável aos efeitos da toxina.

Depois do sucedido, Sutton quer alertar os outros donos de animais para os potenciais perigos dos cigarros e cigarros electrónicos para os animais. “É realmente necessário alertar para os perigos dos cigarros. Se uma pequena quantidade faz isto a um cão, o que fará a uma criança?”, alerta Sutton.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php