Cientistas consideram que se deve arrefecer artificialmente o planeta



Um cauteloso relatório da Academia Nacional de Cientistas dos Estados Unidos indica que, perante as alterações climáticas que já se fazem sentir, talvez seja a altura de considerar a reengenharia do clima da Terra no sentido de travar o aquecimento global. O conceito é arrojado tendo sido considerado no passado como extremo, mas à medida que o clima do planeta se deteriora a entidade científica adverte que se deve experimentar a reengenharia climática em pequena escala, mas não pelas razões que se poderia esperar.

As teorias que sustentam a reengenharia do clima da Terra são surpreendentemente simples, como escreve o Phys.org: o conceito mais popular é o da gestão da radiação solar. Esta é uma técnica através da qual, teoricamente, é possível minimizar o impacto do Sol na Terra ao injectar enxofre no ar. O enxofre imitaria o comportamento das cinzas provenientes das erupções vulcânicas que, conforme já foi comprovado em estudos, conseguem atenuar o efeito do Sol na Terra.

Como explica o portal online de Física, “uma erupção vulcânica do tamanho da do Monte Pinatubo, em 1991, pode provocar o arrefecimento da Terra em cerca de 0,1 graus Celsius durante dois a três anos”. Se o efeito for replicar em escala ainda maior existe o potencial para abrandar o aquecimento global à medida que se trabalha no sentido de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa. Esta é a ideia defendida por alguns investigadores da Academia Nacional de Cientistas.

Contrariamente, outros cientistas mais conservadores e o Painel Intergovernamental para as Alterações climáticas consideram que a gestão da radiação solar não é uma boa ideia: não se conhecem os efeitos a longo-prazo nem quando começariam a ser sentidos. Adicionalmente, a humanidade sabe como reduzir as emissões de dióxido de carbono (CO2) e também sabe que esta redução permite travar as alterações climáticas.

No estudo onde defendem o arrefecimento artificial do planeta, os investigadores da Academia Nacional de Cientistas indicam que gostariam de testar esta técnica em pequena escala. “Vai chegar a uma altura em que vamos querer saber as ramificações de tal tipo de acção… Estamos a falar de potencialmente alterar a meteorologia e o clima. Não se vai querer fazer isso sem a melhor compreensão possível”, indica o co-autor do estudo Waleed Abdalati, investigador da Universidade do Colorado e antigo cientista-chefe da NASA.

A possibilidade de reinventar o clima da Terra é um tema que gera bastante discussão. Mas uma coisa é certa: os projectos de geoengenharia não serão decididos apenas pelos cientistas.

Foto: olafurmagnusson / Creative Commons



Notícias relacionadas
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.