Cientistas sugerem aprender “baleiês” para evitar choques entre navios e baleias

Uma equipa de cientistas tem uma nova ideia para salvar as baleias azuis em migração de perigosas colisões com navios.

Acontece que há uma mudança distinta no canto da baleia azul pouco antes de começar a sua migração anual para o sul, relata a Popular Science. Prestando atenção a essas mudanças, dizem os cientistas da Universidade de Stanford, poderá ser possível alertar os operadores de navios para a presença de baleias, na área da migração que se aproxima.

As baleias azuis passam o verão na região nordeste do Oceano Pacífico, mas viajam para a costa da América Central no outono, onde se reproduzem e esperam o tempo frio. De acordo com a pesquisa da equipa, publicada na revista Current Biology, as baleias cantam durante a noite, mas mudam para um canto diurno pouco antes da sua migração começar.

“Há um sinal quase em tempo real do que esses animais estão a fazer num habitat que é historicamente muito difícil de observar”, disse o biólogo de Stanford e co-autor do estudo William Oestreich à PopSci.

Obter um aviso prévio seria ótimo tanto para as baleias quanto para os barcos nas áreas, já que as colisões podem ser destrutivas para os navios e também fatais para os mamíferos gigantes.

“Essa poderia ser uma peça do puzzle para gerir mais dinamicamente esses habitats e rotas de navegação de uma forma que permita a continuidade da navegação”, disse Oestreich à PopSci, “mas também de uma forma segura para essas populações de baleias.”

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...