Cientistas tentam encontrar água em Marte utilizando as estações do ano

Uma equipa internacional de investigações usou variações sazonais para identificar prováveis ​​depósitos subterrâneos de gelo de água nas regiões temperadas de Marte, onde seria mais fácil para futuros exploradores humanos sobreviverem. Os resultados foram apresentados esta semana na European Planetary Science Conference (EPSC) 2021.

Utilizando dados da Mars Odyssey da NASA, que passou quase 20 anos a orbitar o Planeta Vermelho, os cientistas identificaram duas áreas de interesse particular: Hellas Planitia e Utopia Rupes, respectivamente no hemisfério sul e norte. Variações sazonais nos níveis de hidrogénio detetados sugerem que quantidades significativas de gelo de água podem ser encontradas pouco abaixo da superfície nessas regiões.

Martínez, do Instituto Lunar e Planetário, indicou: “Dados do espectrómetro de neutrões da Mars Odyssey mostraram sinais de hidrogénio sob a superfície de Marte de latitudes médias a equatoriais, mas ainda tínhamos o desafio de descobrir se isso é na forma de gelo de água , que pode ser facilmente usado como um recurso, ou em sais minerais, grãos e minerais do solo. É aqui que a variação sazonal fornece uma pista importante. Como as temperaturas mais frias do solo ocorrem ao mesmo tempo que o maior aumento observado no conteúdo de hidrogénio, sugere que o gelo de água está a formar-se na superfície rasa dessas regiões durante o outono e inverno, e então sublimando em gás durante a estação quente de cada hemisfério.”

Água gelada no subsolo raso foi encontrada em abundância nos polos. No entanto, as temperaturas frias e a luz solar limitada tornam as regiões polares um ambiente hostil para a exploração humana. As áreas de latitudes equatoriais a médias são muito mais hospitaleiras para humanos e robôs, mas apenas reservatórios mais profundos de gelo de água foram detetados até agora, e são difíceis de alcançar.

Para sobreviver em Marte, os astronautas precisariam contar com recursos já disponíveis in situ, já que o envio de suprimentos regulares através dos 55 milhões de quilómetros entre a Terra e Marte no seu ponto mais próximo não é uma opção. Como a água líquida não está disponível no ambiente frio e árido de Marte, o gelo é um recurso vital. A água não será apenas essencial para o sustento da vida dos exploradores ou para o crescimento de plantas e alimentos, mas também pode ser decomposta em oxigénio e hidrogénio para uso como combustível de foguetões.

Duas outras regiões são ricas em hidrogénio: Tharsis Montes e a Formação Medusae Fossae. No entanto, não exibem variações sazonais e parecem ser as formas de água menos acessíveis.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.