Como o microcrédito ajudou Leonor a combater o desemprego (com VÍDEO)

Em Março, publicámos no Green Savers a história de Leonor Brito, uma educadora de infância que se viu inesperadamente desempregada em Julho de 2010 – e recorreu ao microcrédito para lançar o seu próprio negócio.

Partindo unicamente das notícias que ia lendo nos media, Leonor entrou em contacto com a Associação Nacional de Direito ao Crédito. Esses contactos cederam-lhe €8.500 para criar a Nascer Ecológico, uma empresa de produtos ecológicos para a gravidez e primeira infância e onde todos os artigos são naturais – grande parte deles ecológicos – e vegan. Ou seja, não têm origem animal nem são testados em animais.

Em entrevista ao Economia Verde, Leonor Brito recorda os primeiros dias de desempregada. “O empréstimo bancário estava fora de questão, porque estava desempregada e não tinha forma de o pedir. Tinha conhecimento do microcrédito por via dos media e entrei em contacto com [a Associação Nacional de Direito ao Crédito, a ANDC], que foi muito esclarecedora. A partir daqui foi um trabalho conjunto, e a Nascer Ecológico começou a crescer”, explica a empreendedora.

Hoje, já com o negócio implementado, Leonor Brito continua a contar com o apoio da ANDC e prevê fazê-lo na sequência do desenvolvimento do seu negócio. Que, curiosamente, fecha o ciclo da sustentabilidade, com a sua importância ambiental e ecológica.

“A nossa saúde passa pela eliminação dos químicos. Acredito que não há necessidade – e é punível moralmente – fazer testes em animais, por isso sabia que, à partida, todos os produtos que iria vender seriam vegan”, explica Leonor, que se dedica grande parte do seu tempo a responder às questões dos clientes, sobretudo por via online.

Veja o episódio 63 do Economia Verde.

Deixar uma resposta