Por conterem metais pesados na sua composição, as pilhas e baterias são um dos resíduos com maior probabilidade de impacto ambiental, quando em contacto com o meio natural, caso de cursos de água.

Hoje em dia as pilhas e baterias são presença constante no nosso dia-a-dia, por isso alguns cuidados na rentabilização destes consumíveis são essenciais. Os equipamentos não têm todos níveis de consumo energético iguais, por isso devemos ter isso em consideração antes de deitar estes consumíveis no pilhão. Por exemplo, as pilhas e baterias podem já não ter energia suficiente para uma máquina de fotografar, mas estarem aptas para meses de autonomia num dispositivo de menor consumo, caso de um despertador ou máquina calculadora.

O ideal será combinar o uso de pilhas convencionais com pilhas recarregáveis, prolongando ao máximo a sua vida útil.

O Minuto Verde é uma rubrica produzida pela Quercus e emitida aos dias úteis na RTP.