Estas ervas culinárias são fáceis (e rápidas) de cultivar em casa

Nem sempre temos espaço para uma grande horta, mas, certamente, que um pequeno vaso para plantar algumas ervas tem sempre lugar na cozinha.

Uma das vantagens que o cultivo de ervas tem sobre o cultivo de vegetais é que, como geralmente são apenas as folhas das ervas que são colhidas, não há necessidade de esperar que as plantas floresçam e frutifiquem e que os vegetais amadureçam antes da colheita, o que reduz o tempo e as habilidades necessárias para cultivá-los.

Para cultivar ervas aromáticas pode optar por comprar plantas que já estão em vasos, ou plantar a partir de sementes. Esta última opção é uma solução mais barata, e que permitirá cultivar as ervas num vaso à sua escolha

Embora algumas ervas sejam notoriamente difíceis de cultivar a partir da semente (e que são melhor propagadas enraizando estacas ou dividindo plantas), estas 6 ervas culinárias são algumas das mais fáceis de cultivar a partir da semente, o que as torna perfeitas para jardineiros iniciantes.

1. Manjericão
O manjericão fresco é uma erva versátil, que fica bem numa salada ou na sopa, e embora seja mais conhecido como um componente integral do pesto, também dá um sabor de verão a uma variedade de outras receitas, tais como pizzas. O manjericão é a variedade comum que tende a ser associada à comida italiana, e existem vários cultivares e híbridos de manjericão para escolher, cada um com um sabor e aparência ligeiramente diferente.

O outro tipo de manjericão é o tailandês, que geralmente tem um sabor de alcaçuz ou erva-doce e é geralmente encontrado na culinária asiática, e também vem em vários cultivares diferentes. O manjericão é uma das ervas de germinação mais rápida e excelente para crescer em vasos, que podem ser trazidos para dentro de casa no outono. Se tiver mais manjericão do que precisa, pode-se facilmente congelar ou secar o manjericão fresco para preservar o seu sabor de verão para uso durante todo o inverno.

2. Endro
O endro é outra erva que germina rapidamente e cresce a partir da semente, e que se presta a uma série de pratos diferentes. Pickles aromatizantes são apenas um uso clássico do endro, mas esta erva poder ser utilizada em saladas, sopas, pratos de batata, pão, legumes, molhos e muito mais. As folhas penugentas de endro fresco (às vezes chamadas de erva daninha de endro) adicionam textura e contraste ao jardim e podem ser secas para preservar durante o inverno. Se permitir que o endro floresça e lance sementes, as sementes de endro também podem ser colhidas e usadas como tempero culinário.

3. Coentros
Os coentros parecem ser uma daquelas ervas culinárias que se ama ou odeia. Cultivar coentro a partir da semente é fácil, a única advertência sobre o cultivo a partir de sementes é que dizem que o coentro não gosta de transplante, por isso é melhor semear diretamente no vaso ou no recipiente onde vai viver. Tanto as folhas frescas quanto as flores podem ser cortadas e picadas em pratos durante todo o verão, mas se quiser colher as sementes, pare de cortá-las e deixe algumas dessas flores crescer e amadurecer.

4. Rúcula
Em alguns lugares, a rúcula cresce como uma erva daninha, literalmente. Esta erva cresce em todos os lugares, começando no início da primavera e continuando até ao final do outono. Tanto as folhas frescas quanto as flores de rúcula podem ser usadas para adicionar um sabor único aos pratos de verão, semelhante ao manjericão, e também pode ser adicionado como uma sopa verde ou incluído em qualquer receita de espinafre cozido a vapor ou outras verduras cozidas. A rúcula tem um sabor picante que pode parecer amargo, especialmente à medida que a planta cresce.

5. Cebolinho
O cebolinho tem um crescimento um pouco mais lento do que algumas das outras ervas culinárias, mas, como é perene, pode ser cultivado a partir da semente uma vez e depois cultivado e dividido a cada ano para dar mais plantas. O cebolinho, que se parece com a cebolinha, pode ser picado em pratos frescos e cozidos e pode ser seco ou congelado para estender a colheita. As plantas produzem uma flor atraente (também comestível), que pode ser deixada a amadurecer e colhida para mais sementes de cebolinho.

6. Salsa
Para crescer a partir das sementes exige um pouco de paciência, pois tendem a ser uma das ervas mais lentas para germinar, mas quando começam a crescer, são um ótimo complemento para as hortas. Embora esta erva seja uma guarnição estereotipada para alguns pratos de restaurante, e muitas vezes deixada para trás no prato, a salsa é um ingrediente bastante versátil e saboroso. Os dois principais tipos de salsa são a salsa crespa e a salsa de folhas planas (muitas vezes chamada de salsa italiana), cujas folhas podem ser cortadas repetidas vezes durante o verão e depois deixadas para o inverno (dependendo do clima) e florir no próximo ano, ou arrancado do solo para colher a grande raiz como legume.

Cultivar a suas próprias ervas culinárias a partir de sementes pode ser um empreendimento frutífero e adicionar muito sabor às receitas a um custo baixo.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...