Conservação da Tapada Nacional de Mafra reforçada pelo Fundo Ambiental

No passado dia 24 de junho o Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Matos Fernandes, e o Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Catarino, estiveram na Tapada Nacional de Mafra a conhecer as atividades de sivicultura preventiva. Na mesma visita, foram assinados dois protocolos.

O Fundo Ambiental, a Tapada Nacional de Mafra e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) assinaram um protocolo, com uma quantia de 400 mil euros, para “Ações de Conservação da Natureza, Educação Ambiental, Requalificação e Melhoria das Condições de Visitação.” Este é um dos projetos abrangidos pelo investimento de 50,3 milhões para conservação da natureza e biodiversidade do país.

Assim, vai ser possível adquirir equipamentos para a gestão de espaços naturais e florestais, e meios e conteúdos de educação ambiental de apoio à visitação, como audioguias e sinalética interpretativa.

O segundo protocolo foi assinado entre a Tapada Nacional de Mafra e a Câmara Municipal de Mafra, a fim de regularizar as atividades e as visitas das famílias do Município – “Há festa em família na Tapada”.

A Tapada cobre uma área rica em fauna e flora, repleta de biodiversidade, na qual se integra o “Real Edifício de Mafra – Palácio, Basílica, Convento, Jardim do Cerco e Tapada”, declarado Património Mundial da Humanidade pela UNESCO em 2019.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...