Crias do raro gato-dourado-africano fotografadas pela primeira vez (com FOTOS)

O gato-dourado-africano é o felino menos estudado de África. Tal deve-se às densas florestas tropicais onde habita, quase impenetráveis para o ser humano. Para melhor compreender esta espécie de felino, investigadores do Gabão e do Uganda recorreram a câmaras que foram instaladas no habitat do animal.

Além de permitirem estimar o tamanho da população destes animais, as câmaras permitiram ainda ver algo pela primeira vez: crias de gato-dourado-africano.

David R. Mills estuda a espécie no Uganda desde 2010. Segundo as informações dadas ao TreeHugger, das 300 imagens tiradas aos felinos durante 18.000 dias apenas quatro mostram as crias da espécie. As imagens foram recolhidas no Parque Nacional de Kibale, na zona turística de observação de chimpanzés de Kanyanchu.

Embora a maior parte destes gatos possua um pêlo vermelho-dourado, alguns exemplares podem ostentar uma pelagem cinzenta ou, ainda menos comum, preta ou castanha. As fotos recolhidas indicam que as crias podem ter pêlo de cor diferente dos pais.

As câmaras foram instaladas ao longo de trilhos de caça, que se pensam ser utilizados pelos gatos mas, uma vez que as fotos de crias são escassas, Mills sugere que as progenitoras com crias tendem a evitar estes caminhos. “Ou os gatinhos tendem a correr por entre o mato enquanto a mãe percorre o trilho e, portanto, passam despercebidas às câmaras”, indica o investigador.

Os gatos-dourados-africanos estão classificados pela União Internacional para a Conservação da Natureza como “quase ameaçados” e pensa-se que os números das populações tenham vindo a decrescer. As raras visualizações da espécie dificultam uma contagem certa da população, mas sabe-se que estes gatos enfrentam várias ameaças.

Uma delas são os caçadores, que caçam o animal principalmente na África Central. Outro dos problemas é a perda de habitat, principalmente impulsionada pelo abate de árvores.

[nggallery id=1483 template=greensavers]

Fotos: David R. Mills

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...