Dachser vai assegurar entregas livres de emissões em 11 cidades europeias até 2022

A Dachser, grupo de logística e transporte de mercadorias, está a aumentar a sua rede de distribuição sem emissões, e como tal, compromete-se a assegurar entregas livres de gases poluentes e com menor poluição sonora em 11  cidades europeias, até ao final de 2022.

Entre as várias áreas metropolitanas onde vai ocorrer esta mudança encontra-se o Porto – a única cidade portuguesa -, Berlim e Munique (Alemanha), Estrasburgo e Paris (França), Praga (República Checa), Copenhaga (Dinamarca) e Madrid (Espanha).

A multinacional já proporciona uma rede com zero emissões no centro de Estugarda (Alemanha), Friburgo (Suíça) e Oslo (Noruega).

Este transporte vai representar o serviço standard da Dachser para entregas nas determinadas áreas, que passarão a ter microhubs – pequenos armazéns no centro – e cujas redes de transporte e armazéns passarão a recorrer apenas a carrinhas, camiões e bicicletas elétricas.

“A iniciativa de expandir este projeto a, pelo menos, 11 cidades europeias, até ao final de 2022, é o prelúdio de uma série de medidas que implementaremos nos próximos anos como parte da nossa estratégia de preservação climática de longo prazo”, afirma Stefan Hohm, chief development officer e responsável pela estratégia de proteção climática da Dachser. “Para esta mudança, contamos, acima de tudo, com uma logística eficiente e inovações técnicas. Além disso, em vez de seguirmos este caminho sozinhos, queremos trabalhar em conjunto com clientes e parceiros que desejem, também, transformar ativamente a logística, adotando tecnologias de zero emissões ou emissões reduzidas. Estamos convictos de que esta é a única maneira de atingir a meta global dos 2ºC definida pelo Acordo de Paris, bem como as metas de proteção do clima da União Europeia e de muitos outros países, a médio e longo prazo”, conclui.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...