O desafio está lançado: nos próximos 40 dias que antecedem a Páscoa, a associação Quercus irá promover um desafio ambiental europeu e diário que convida a desistirmos dos produtos descartáveis, sensibilizando a população para um modo de vida mais sustentável e amigo do ambiente.

E porquê um desafio em que o plástico tem entrada vedada? As estimativas relativas a Portugal mostram que só as palhinhas consumidas nos restaurantes anualmente no nosso país, dariam para dar a volta ao planeta Terra cinco vezes.

A situação não é animadora, visto que o consumo de produtos descartáveis está a crescer e estudos recentes mostram que 259 milhões de copos de café, 10 biliões de beatas de cigarros, 40 milhões de embalagens de take-away, 1 bilião de palhinhas de plástico e 721 milhões de garrafas descartáveis são consumidos em Portugal. E isto apenas durante o período de um ano!

” Portugal está em linha com os países que mais consomem este tipo de produtos, mas alguns deles, como a França e o Reino Unido, já com legislação pronta para eliminar o uso deste tipo de produtos e reduzir também o consumo de plásticos. A Quercus espera que Portugal passe rapidamente a fazer parte deste grupo de países”, declarou Carmen Lima, coordenadora de resíduos da Quercus.

Ao problema dos plásticos que usamos frequentemente, junta-se agora a crescente preocupação com os microplásticos, pequenas partículas de plástico presentes em muitos cosméticos e produtos de higiene pessoal, caso dos esfoliantes para cabelo, corpo e rosto, pastas e cremes dentais, bem como os micrioplásticos criados pela degradação de objectos maiores (p.ex os cotonetes, palhinhas, sacos de plástico descartáveis).

Demasiado pequenos para serem completamente filtradas nos sistemas de tratamento da rede de esgotos, estes microplásticos acabam no ambiente aquático. Ora, como explica a Quercus, o grande problema destas partículas é que “elas não ameaçam apenas a biodiversidade marítima, mas, como entram na cadeia alimentar dos animais, entram na cadeia alimentar dos humanos, podendo colocar a nossa saúde em risco.”

Um desafio para ir acompanhando nas redes sociais da Quercus, através da hastag #40DiasSemPlástico.