Dia Mundial do Elefante: porque gostamos tanto destes animais?

No Dia Mundial do Elefante, associações ambientalistas de todo o mundo comemoram a data, alertando em simultâneo para os ataques que sofrem diariamente estes animais à conta da caça ilegal, e consequente exploração, ainda prática comum em muitos países.

Símbolo nacional da Tailândia, o elefante mereceu um dia próprio em 2012. O Dia Mundial do Elefante foi fundado pela realizadora canadiana Patricia Sims e pela Elephant Reintroduction Foundation da Tailândia. Atualmente a data é apoiada por fundações de vida selvagem um pouco por todo o mundo.

Neste Dia Mundial do Elefante enumeramos algumas características e comportamentos dos elefantes que fazem destes enormes gigantes animais verdadeiramente adoráveis.

1- O elemento mais importante numa manada é sempre do sexo feminino. A viver numa sociedade matriarcal, os elefantes são “feministas”, uma vez que aos comandos do grupo segue sempre um elefante fêmea.

2- Animais de habitats selvagens, os elefantes são conhecidos por manterem fortes ligações sociais dentro do grupo, fazendo tudo o que podem para ajudar um companheiro de manada.

3- Os elefantes são desenrascados, adaptando a todo o momento o seu comportamento e atitudes com as “ferramentas” que têm ao dispor. Por exemplo, usam o pó e a lama para se protegerem do sol e de possíveis queimaduras, e também são conhecidos no mundo selvagem por conseguirem provocar o próprio parto, através de automedicação por uma planta selvagem.

4- Os elefantes aprendem depressa: com um dos cérebros mais complexos no reino animal, não espanta que sejam considerados incrivelmente inteligentes. Estudos feitos em vários santuários destes animais mostram que eles conseguem entender rapidamente as instruções dos veterinários.

5- Os elefantes são ótimos pais: os progenitores são extremamente protetores com as crias e com os mais novos, fazendo de tudo para os manter a salvo. Há registos inclusive de elefantes que adoptam crias abandonadas, como resultado da caça ilegal das suas progenitoras.

6- São excelentes comunicadores: estudos mostram que conseguem comunicar entre si, mesmo quando estão a longas distâncias, através de elaborados sons impercetíveis ao ouvido humano. Mas não é apenas através de sons que comunicam: também os cheiros, o toque e o sabor têm um papel bastante importante nas suas interações.

7- Têm uma veia ambientalista: os movimentos destes pequenos gigantes contribuem para a dispersão de sementes no meio ambiente e com as suas enormes patas criam pequenas bolsas de água para os outros animais.

8- São extremamente curiosos: os elefantes bebés estão sempre em grande animação e com sede de conhecer o mundo, característica que os acompanha toda a vida.

9- Tal como diz a frase popular, estes animais têm uma “memória de elefante”: conseguem guardar memórias e recordações durante um longo período, sendo capazes de reconhecer um sítio ou pessoa, mesmo depois de muitos anos.

 

Notícias relacionadas
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.