Double Dave, a raríssima cobra com duas cabeças

A sua formação ocorre devido ao mesmo processo que produz gémeos siameses – um único zigoto divide-se em dois, como se fosse para produzir gémeos idênticos, mas o processo não chega ao fim.

Seria muito difícil para esta cobra, batizada de Double Dave, sobreviver em estado selvagem”, explicou o vice-presidente da Associação Herpetológica, Dave Schneider, à BBC. Os investigadores explicaram que este processo é idêntico à formação de gémeos siameses, sendo que as duas cabeças são totalmente independentes uma da outra.

Segundo os especialistas, a cobra pode viver pelo menos 15 anos em situação de cativeiro, acrescentando ainda que esta é, provavelmente, a primeira vez que um exemplar deste género é registado no estado de Nova Jérsia.

Este fenómeno na vida selvagem é “excecionalmente raro”, escreveu o herpetólogo John D. Kleopfer na sua página do Facebook, “porque não costumam viver tanto tempo”. Isto acontece porque as duas cabeças são capazes de controlar o corpo, o que resulta em movimentos descoordenados (como é possível verificar no vídeo), sendo não só difícil para este animal caçar as suas presas como também acaba por o tornar numa presa fácil.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...