O setor da habitação é responsável por absorver 40% de todos os recursos disponíveis no planeta e pela emissão de um terço de todos os gases com efeito de estufa. São números preocupantes, razão pela qual a ONU tem um plano para construir de forma mais sustentável.

A UN Environment em colaboração com a Universidade de Yale e a UN Habitat apresentaram um módulo de habitação ecológico para dar início a uma discussão sobre exatamente esta problemática. O Ecological Living Module é uma casa com 22 metros quadrados, totalmente alimentada por energia renovável e desenhada para minimizar o uso de recursos naturais, como água. O projeto foi apresentado durante o High-level Political Forum on Sustainable Development, das Nações Unidas, e construído principalmente com recurso a materiais locais e renováveis.

Erik Solheim, responsável pela UN Environment, diz que “Precisamos claramente de mais habitação, mas o mais importante é que também precisamos de habitação mais inteligente. O setor da habitação é responsável pelo consumo de 40 por cento dos recursos do planeta e pela emissão de mais de um terço das emissões globais de gases com efeito de estufa. Construir de forma mais eficiente será benéfico para todos, e significará também contas mais baixas [no final do mês]”.

Além de ser construída recorrendo a materiais mais sustentáveis, esta casa foi desenhada para ser independente da infraestrutura pública. Assim, inclui um sistema de energia solar mais amigo do ambiente (usa apenas um porcento dos materiais tóxicos dos semicondutores que encontramos nos painéis solares tradicionais), é capaz de recolher água localmente, possui uma microinfraestrutura agrícola, um sistema de purificação de ar baseado em plantas e ventilação passiva.

A primeira unidade de demonstração do Ecological Living Module está exposto na Praça da Onu em Nova Iorque até ao próximo dia 18 de julho, e inclui funcionalidades relevantes para o clima e contexto local desta cidade. Uma versão futura, que será exposta na sede a UN Environment no Quénia, terá características para a adaptar às especificidades climatéricas locais.