O eléctrico pode mesmo ser tão divertido como um kart convencional

“Play Green. Drive Green. Be Green”: é este o lema da Ecokart Portugal, um projecto com cunho nacional, determinado em criar o 1º Kartódromo Sustentável de Portugal. Falámos com os mentores desta iniciativa inédita, que nos garantiram que um kart eléctrico pode ser tão ou mais divertido que um kart convencional. Conheça a EcoKart Portugal, mais um bom exemplo de sustentabilidade em português.

Como surgiu a ideia para criar o 1º Kartódromo Sustentável de Portugal?

Esta ideia vem já de 2005, quando estive envolvido na vinda para Portugal de uma frota de karts eléctricos italianos, que esteve a operar durante 3 meses num kartódromo temporário montado na Av. 24 de Julho, em Lisboa. Apesar de, nessa altura, em termos tecnológicos e de autonomia, estes karts ainda não serem uma alternativa financeiramente viável face aos poluentes, esta acção mudou toda a minha perspectiva dos desportos motorizados, que eu praticava há já largos anos. ‘Já não é preciso poluir para brincar às corridas’ passou a ser a frase que deu origem ao projecto Ecokart Portugal, que finalmente arrancou em 2015. De lá para cá temos estado a desenvolver protótipos e a fazer acções de sensibilização por todo o país, demonstrando que o elétrico, além de mais sustentável, é muito mais eficiente e divertido.

O que torna este Kartódromo Sustentável?

A sustentabilidade deste espaço de diversão é garantida de várias formas: frota reciclada e reutilizada – não vamos construir karts novos, vamos reciclar karts já existentes, enviando para reciclagem os motores a gasolina, escapes e depósitos de combustível, e instalando-lhes uma nova motorização eléctrica. Os karts eléctricos não têm emissões de gases poluentes, reduzindo muito substancialmente a pegada ecológica deste desporto. Para a auto-sustentabilidade energética, assim que financeiramente possível, iremos instalar captação energética, sobretudo fotovoltaica, por forma a captar toda a energia de que necessitaremos para a operação do kartódromo; todos os procedimentos operacionais terão como principal directiva a sustentabilidade. Portanto, vamos reciclar, reutilizar e reduzir.

O eléctrico pode mesmo ser tão divertido como um kart convencional? Quais as principais diferenças entre os dois modelos?

Um veículo eléctrico é muito mais eficiente do que um com motor de combustão. Para que se tenha uma ideia, os motores eléctricos têm em geral uma eficácia energética acima dos 90%, enquanto os a gasolina ou gasóleo dificilmente ultrapassam os 40%. Assim, e no que respeita ao desporto motorizado, a entrega imediata de potência de um motor eléctrico e o seu melhor aproveitamento tornam a sua condução, ou pilotagem, um prazer muito maior. Portanto, um kart eléctrico necessita de menos potência para ter melhores performances, proporcionando maior diversão. E o facto de, como dizemos na Ecokart, passar a ser ‘um computador com rodas’, faz com que o mesmo kart possa, na prática, ser vários. Basta alterar-lhe a programação para termos vários níveis de potência, de apoio à travagem, de rapidez de aceleração, etc. Além disso, acaba-se o cheiro a combustível queimado e a poluição sonora, o que também torna a experiência, tanto de quem guia como de quem assiste, muito mais abrangente e divertida.

No banco do lado direito do vosso ecokart já se sentaram mais de 4.900 pessoas. Qual o feedback até ao momento?

Este feedback é extremamente encorajador. Sobretudo quando começamos com uma pessoa que continua emocionalmente ligada aos sons e cheiros da competição, ou à ‘comodidade’ dos motores a combustão. Após constatarem que não temos problemas de autonomia e, sobretudo, que a experiência de um kart eléctrico, dada a sua eficiência, é muito mais divertida, todos se rendem. Ninguém que experimenta ou assiste fica indiferente. E é notório que, para muitos, é esta experiência que desbloqueia os últimos entraves mentais à evolução para uma mobilidade mais sustentável. Por isso dizemos que mais de 4.900 já experimentaram e muitas dezenas de milhar mais foram sensibilizados. E é isso que nos move.

Estão a organizar uma campanha de crowdfunding para a construção do 1ª Kartódromo Sustentável de Portugal. Qual a vossa meta? E as expectativas?

Esta campanha foi-nos sugerida pela PPL, que tem já um historial significativo de sucesso em financiamento de projectos de impacto social relevante. Uma vez que toda a pesquisa, desenvolvimento e actividade tem sido baseada no esforço e investimento dos membros e parceiros da Ecokart Portugal, é essencial nesta fase conseguir apoios para acelerar o processo. Assim, com os €10.000 que queremos obter, iremos construir o 1º Ecokart Junior, que servirá de base à frota infantil do EcoFun Kart, por forma a proporcionarmos esta experiência também aos mais novos. E porque são um elemento essencial nesta evolução de mentalidades e comportamentos, não só porque nos ajudam a ‘convencer’ os adultos, como porque são estas crianças que herdarão este mundo que já tanto poluímos.

Fotos: Ecokart Portugal