EDP Comercial reforça operação em Itália com aquisição de empresa de energia solar

A EDP Comercial, empresa do grupo EDP dedicada à comercialização de energia, reforçou a presença em Itália com a aquisição da Enertel, que fornece soluções de autoconsumo de energia solar descentralizada, sem divulgar o montante investido.

A EDP Comercial entrou no mercado italiano no final de 2019, com os primeiros contratos de fornecimento de energia, tendo entretanto apostado no negócio da energia solar descentralizada a clientes empresariais, isto é, a instalação e gestão de painéis fotovoltaicos para a produção e consumo da sua própria eletricidade.

A empresa adquirida, com sede em Verona, registou um volume de vendas de nove milhões de euros em 2020 e opera no segmento de pequenas e médias empresas (PME), que é também o foco da expansão internacional da EDP Comercial, adiantou à agência Lusa a presidente executiva, Vera Pinto Pereira.

Com a aquisição da Enertel, a EDP Comercial espera “alcançar uma quota de 7% em Itália” no negócio da energia solar descentralizada, avançou a responsável.

O negócio, precisou, dá “acesso a uma força de vendas local com cerca de 40 agentes e uma equipa que, desde 2018, foi responsável pela venda de mais de 350 projetos de energia solar descentralizada”.

Mais do que ser um comercializador de eletricidade, em Itália, à semelhança da Polónia, país onde entrou também em 2019, a EDP Comercial pretende crescer na geração e gestão de produção solar por clientes empresariais.

“Estamos a viver um momento em que foram definidas metas hiper ambiciosas por parte dos governos e da União Europeia em relação à transição energética. Vivemos a década decisiva. Atingir as metas propostas passa necessariamente pela geração solar descentralizada. Há um trabalho muito importante a ser feito que extravasa aquilo que é a geração solar a partir de parques centralizados, como temos os parques eólicos”, argumentou Vera Pinto Pereira.

E, neste contexto, acrescentou, “a EDP Comercial tem vindo a traçar um caminho de reinvenção – passar de ser um fornecedor tradicional de energia a um parceiro de soluções de sustentabilidade e em especial da geração solar descentralizada para clientes residenciais e empresariais”.

“A aquisição da Enertel constitui um passo relevante para o nosso crescimento neste mercado estratégico ao juntar as nossas competências com a capacidade instalada e assim conseguir acelerar o nosso plano de crescimento no mercado italiano”, considerou Vera Pinto Pereira.

Questionada sobre os planos de internacionalização, Vera Pinto Pereira adiantou que França continua no horizonte de expansão da empresa que lidera, referindo que “a estratégia de crescimento passa por uma combinação de crescimento orgânico e crescimento inorgânico, isto é, de aceleração por aquisições pontuais”.

A EDP Comercial tem quatro milhões de clientes de energia em Portugal, sendo operador líder no mercado livre de eletricidade, e conta com quase 800 projetos para energia solar com empresas nacionais, e está também presente em Espanha, contando cerca de 30 mil contratos, referiu.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...