EDP integra task force mundial que promete impulsionar o desenvolvimento sustentável

A EDP é a primeira empresa portuguesa a integrar a UN Global Compact CFO Task Force for the SDGs, um comité mundial de administradores financeiros criado para impulsionar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O grupo assumiu o compromisso de investir, em conjunto, nos próximos cinco anos, 420 mil milhões de euros para ajudar a concretizar as metas traçadas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Este comité, lançado em 2019, conta hoje com os Chief Financial Officers (CFO) de cerca de 60 grandes empresas, que decidiram elevar o seu esforço em redor dos ODS ao comprometerem este investimento, bem como ao dedicar perto de 50% dos montantes associados a financiamento a políticas sustentáveis, nomeadamente através de emissões de dívida “verdes”. Estes compromissos são encarados como um ponto de partida, já que o mais importante desafio será garantir uma completa integração das metas estabelecidas pela ONU nas finanças das empresas.

O Banco Mundial estima que o setor empresarial em todo o mundo aplica anualmente quase 15 biliões de euros em investimentos corporativos e a meta da CFO Task Force é elevar substancialmente a percentagem destinada aos projetos de sustentabilidade. A ONU já calculou que o mundo precisará de gastar entre 2,5 e 4,3 biliões de euros todos os anos para concretizar os ODS até 2030. E este comité de administradores financeiros acredita que, se esta campanha for bem-sucedida, mobilizando cada vez mais CFO e as suas empresas para este esforço comum, será possível reunir o investimento necessário para áreas como infraestruturas sustentáveis, energias renováveis, água, saúde, alimentação e agricultura e trabalho digno.

Na próxima semana, a Task Force irá lançar uma campanha coordenada com o objetivo de mobilizar centenas de empresas para a adoção do mesmo tipo de estratégias nos próximos anos. Ao longo dos próximos dias, esta conferência global promovida pela ONU reúne chefes de estado, líderes empresariais, especialistas e representantes das Nações Unidas para debater a emergência climática, as desigualdades sociais e a necessidade de reconstruir um mundo mais justo e equitativo, assente na cooperação internacional. A EDP, além desta primeira intervenção, participa no encontro através da apresentação de alguns dos seus projetos e compromissos de sustentabilidade mais revelantes e da intervenção em debates de alto nível sobre a ação climática

“Com a intervenção na UN Global Compact CFO Task Force for the SDGs, a EDP reafirma o seu inequívoco e claro compromisso para com a sustentabilidade e, em particular, a descarbonização. O grupo foi pioneiro na aposta em energias renováveis e continua a construir caminho para um futuro mais sustentável para todos, no qual os ODS definidos pela ONU têm um papel crucial. É neste contexto que também a nossa política financeira está cada vez mais alinhada com as ambiciosas metas de transição energética que assumimos”, destaca Rui Teixeira, CFO da EDP.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.