EMEL integra consórcio que está a desenvolver projeto-piloto para tornar o espaço urbano mais eficiente



 A EMEL faz parte do consórcio europeu, composto por sete cidades (Lisboa, Setúbal, Sant Cugat del Vallès, Varsóvia, Amesterdão, Helmond e Eindhoven), que está a desenvolver o projeto-piloto SmartHubs, com os objetivos de estudar modelos de polos (hubs) de mobilidade que ofereçam, de forma integrada, um conjunto de soluções que facilitem as deslocações das pessoas em Lisboa, e de promover o uso de modos de transportes mais sustentáveis e uma utilização mais eficiente do espaço urbano.

Numa primeira fase, o SmartHubs lança o desafio à participação do público, para identificar as necessidades sentidas pelo maior número de pessoas, através de uma ação que decorre até ao dia 29 de novembro, junto à estação 550 da GIRA no Campo Grande. Promotores e promotoras da EMEL estão a recolher ideias e sugestões de transeuntes e pessoas da comunidade local sobre soluções de mobilidade que complementem o serviço da rede de bicicletas partilhadas de Lisboa (como por exemplo: existência de zona de estacionamento, de ponto de carregamento de veículos elétricos e/ou de carregamento para micro mobilidade, ponto de manutenção de bicicletas), e sobre soluções de suporte (como por exemplo: instalações sanitárias, máquinas de venda automática) que vão ao encontro das necessidades sentidas durante as suas deslocações.

Os participantes e as participantes têm de selecionar até 10 serviços/soluções, que considerem responder com maior eficácia às necessidades que sentem durante as respetivas deslocações, ou sugerir alguma que não conste das opções propostas, e identificar o TOP3. Com esta iniciativa pública, pretende-se obter a resposta às três questões previstas neste projeto-piloto:

  1. Onde, como e qual o tamanho que estes polos (hubs) devem ter?
  2. Que modelos de negócios são mais adequados para escalar a sua implementação?
  3. Quais os métodos de procurement mais ajustados à sua implementação?


Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.