Empresa-mãe da Guggi, Fnac, YSL e Puma lança mega projecto de sustentabilidade

O Grupo PPR, holding que controla empresas como a Gucci, Yves Saint Laurent, Fnac, Stella McCartney ou Puma está a lançar um extenso projecto de sustentabilidade para todas as suas marcas globais, avançou a própria empresa no seu site.

O plano chama-se PPR Home, será dividido em várias fases e contará com um orçamento anual de 10 milhões de euros. “A criação de valor por parte da sustentabilidade é parte da visão estratégica que tenho para a PPR. A sustentabilidade pode – e deve – levar a novas e altamente ambiciosas abordagens sustentáveis, que contribuem para um mundo melhor a longo prazo, aumentando a competitividade das nossas marcas”, revelou o CEO da PPR, François-Henri Pinault [na foto].

O PPR Home irá lançar um laboratório criativo para a sustentabilidade – o Creative Sustainability Lab – que ajudará a PPR a estar na linha da frente da indústria na criatividade, inovação e sustentabilidade. Este laboratório será desenvolvido em parceria com a Cradle-to-Cradle, um conceito que acredita que o “bom design” dos produtos e serviços deverá ser mais do que as típicas métricas associadas à qualidade – custo, performance e estética – e ter objectivos extra, como o ambiente e preocupações sociais.

“A Cradle-to-Cradle vai levar a PPR Home a desafiar as abordagens tradicionais e proactivamente repensar e reconsiderar o desenvolvimento de produtos e negócio”, explica a holding francesa.

Paralelamente, o Creative Sustainability Lab tem como objectivo compensar a totalidade da pegada carbónica do conglomerado – estimada, em 2010, em 98.729 toneladas de carbono – levando a novos standards os relatórios de sustentabilidade elaboradoas na indústria das marcas de desporto, lifestyle, luxo e retalho.

O projecto será gerido pelo Chief Sustainability Officer da PPR, Jochen Zeitz, e é válido para todas as marcas da PPR. Assim, aos 10 milhões de euros anuais juntam-se os investimentos individuais das dezenas de marcas do grupo.

O Creative Sustainability Lab irá empregar 15 colaboradores a full time, para além da parceria com a Cradle-to-Cradle e outras ajudas pontuais de especialistas em “repensar e reconsiderar o desenvolvimento de produtos e negócio”.

De acordo com a PPR, a Puma será a primeira marca a anunciar o seu impacto ambiental, detalhando os aspectos positivos e negativos dos seus programas de redução de carbono.

“Queremos liderar um novo consumismo, mais sustentável, ao mesmo tempo que redefinimos o valor sustentável para o shareholder e criamos negócios que correspondem às necessidades de uma sociedade em evolução”, explicou Jochen Zeitz.

Finalmente, o PPR Home vai centrar-se em quatro programas, que se interligam: um dedicado à Liderança, que pretende mudar o paradigma corporativo tanto interna como externamente; outro sobre Humanidade, centrado no bem-estar social, económico e ambiental das comunidades que se encontram na esfera de acção da PPR; um especificamente ligado à Ecologia, destinado à mitigação da pegada ecológica da PPR através da redução e compensação das emissões; e finalmente um sobre Criatividade, que tem o objectivo de criar soluções que possam justificar uma maior sustentabilidade global.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php