Equipa de investigadores da Universidade NOVA inventa painéis solares mais acessíveis

Um equipa do centro de investigação da CENIMAT-i3N, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, em conjunto com a Universidade de York, inventou uns novos painéis fotovoltaicos mais acessíveis a toda a população, avança o Jornal Expresso.

Estes painéis vão permitir revolucionar o setor da energia solar, dado que são “mais leves e flexíveis em filmes finos”, e que podem ser aplicados em diferentes estruturas e dispositivos que estejam expostos ao sol. É o caso de tejadilhos de um automóvel, mochilas, peças de roupa ou telemóveis, explica o jornal.

Rodrigo Martins, líder da equipa, afirma à mesma fonte, que este “é um conceito revolucionário para desenhar e arquitetar as células solares fotovoltaicas do futuro, com um rendimento 125% superior ao das atuais”.

“O nosso objetivo é abrir o mercado fotovoltaico para estar mais perto das pessoas e mais integrado no dia a dia, apostando na electrónica de consumo”, explica Manuel Mendes, membro da equipa.

Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.