Espécie em ameaça: foi morta a única fêmea de girafa branca do Quénia

A espécie Giraffa reticulata está na lista de animais ameaçados da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), e segundo a Giraffe Conservation Foundation (GCF) estima-se que existam mais de 15 mil a viver na natureza, menos 50% do que há três décadas. No entanto, a girafa branca que pertence também a esta espécie, só foi avistada duas vezes no Quénia (até 2017).

A única girafa branca fêmea que tinha sido encontrada em 2017 na Reserva Natural de Ishaqbini Hirola, no Quénia, foi morta com uma das suas crias por caçadores furtivos. 

Mohammed Ahmednoor, diretor da Ishaqbini Hirola Conservancy (HCP), afirmou “Estas mortes são um golpe duro para as importantes medidas tomadas pela comunidade para preservar estas espécies raras e únicas, e um alerta para o apoio contínuo aos esforços de conservação”.

Era uma família de três girafas, pelo que agora apenas resta uma cria macho. As girafas brancas sofrem de leucismo, uma condição genética que inibe a pigmentação nas células da pele.

Esta é uma perda a longo prazo, dado que os investigadores fizeram um grande investimento em estudos e pesquisas de genética, que foram agora por água abaixo”, lamenta o diretor. 

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...