Esqueleto de dinossauro com 10 metros encontrado no Reino Unido



Uma equipa de paleontólogos descobriu o maior e mais completo esqueleto ictiossauro alguma vez encontrado no Reino Unido na Reserva Rutland Water Nature. Trata-se de um dinossauro da espécie Temnodontosaurus trigonodon, sendo por isso também o primeiro descoberto no país.

Com 10 metros de comprimento e um crânio que pesa uma tonelada, este ictiossauro viveu há precisamente 180 milhões de anos no Planeta. De acordo com a ONG Leicestershire and Rutland Wildlife Trust, era um réptil marinho com um corpo idêntico ao dos golfinhos, que podia medir até 25 metros de comprimento. O grupo foi extinto há 90 milhões de anos.

O dinossauro foi descoberto em fevereiro de 2021, no decorrer de uma drenagem a uma lagoa na Reserva. Como explica Joe Davis, coordenador da equipa de conservação da Reserva Rutland Water Nature, ele e o colega Paul Trevor avistaram algo a sair da lama. “Eu trabalhei nas Hébridas [Arquipélago na Escócia], por isso já encontrei esqueletos de baleias e golfinhos. Isto parecia semelhante e eu comentei com o Paul que pareciam vértebras. Seguimos o que indiscutivelmente parecia ser uma espinha e o Paul descobriu algo mais adiante que poderia ser um maxilar. Mal podíamos acreditar”, revela.

Já tinham sido descobertos dois ictiossauros durante a construção da Reserva, nos anos 70. No entanto, os espécimes encontrados eram menores e o seu esqueleto estava incompleto.

“A Rutland Water tem uma longa lista de descobertas anteriores arqueológicas e paleontológicas fascinantes, mas nenhuma é mais emocionante do que esta”, afirma Peter Simpson, CEO da Anglian Water.

As escavações para retirar os fósseis decorreram em agosto e setembro, e resultaram de uma parceria entre a empresa Anglian Water, o Conselho do Condado de Rutland e da organização Leicestershire and Rutland Wildlife Trust.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.