Está a nascer uma cidade flutuante nas Maldivas



O futuro somos nós que o fazemos todos os dias, e quanto mais sustentável for, melhor. Já imaginou o que seria viver numa cidade flutuante, sobre o Oceano Índico e com um clima tropical? Parece um sonho, mas a ideia é que se torne mesmo uma realidade.

A Maldives Floating City, em português, Cidade Flutuante das Maldivas, é um projeto que está a ser desenvolvido pelo Waterstudio, em parceria com a Dutch Docklands e com o governo das Maldivas. A proximidade com o oceano foi inspirada na cultura e história do país. Será uma espécie de ilha cidade de 200 hectares com 5.000 unidades que vão abrigar casas, lojas, restaurantes, uma escola e um hospital. Espera-se que possam viver neste espaço 20 mil pessoas. Existirão canais a dividir as ruas e as deslocações serão feitas a pé, de bicicleta, em scooters elétricas ou de barco. A sua localização será apenas a 10 minutos de barco da capital do país, Malé, onde também se situa o Aeroporto Internacional de Malé.

E se estiver preocupado com o aumento do nível do mar, fique a saber que é um problema que não afetará esta cidade, já que também essa parte foi previamente pensada. Como referem os fundadores, com esta inovação as Maldivas vão poder reescrever o seu destino “de refugiados climáticos a inovadores climáticos”.

A aposta em tecnologia renovável e numa rede inteligente para todo o seu funcionamento, e a adoção de práticas ecológicas para proteger e preservar os ecossistemas marinhos, são pontos assentes. Por exemplo, na parte de baixo da cidade serão instalados recifes de corais, que irão impulsionar a biodiversidade e reduzir a força das ondas do mar.

A construção começa já este ano e os moradores podem começar a mudar-se para a Cidade Flutuante das Maldivas já em 2024, estando a cidade completa em 2027.

Veja aqui algumas fotografias da cidade futurista:



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.