Estação Central de Roterdão vai ser alimentada a energia solar (com FOTOS)

A Centraal Station de Roterdão, na Holanda – uma gigantesca estação de transportes públicos que serve 110 mil pessoas todos os dias – foi renovada e, de acordo com o Inhabitat, uma das principais alterações é a instalação de painéis solares que vão fornecer a electricidade necessária ao funcionamento do local.

Construído em 1957, o edifício necessitava de grandes renovações e aumentos, já que se prevê que em 2025 o número de utilizadores diários aumente para 323 mil. Além da nova cobertura de aço, um dos destaque da obra, o interior tem um aspecto mais internacional e o edifício foi arquitectado para se fundir melhor com a paisagem urbana envolvente.

O antigo edifício encerrou em Setembro de 2007 e foi posteriormente demolido. Durante a construção da nova estação, foi construída uma estação temporária ao lado do novo edifício, utilizando a plataformas originais.

O novo espaço possui um telhado transparente que permite a penetração da luz natural e as várias escadas e elevadores possibilitam a passagem da luz até os andares inferiores. Adicionalmente, mais de um terço do telhado foi equipado com células fotovoltaicas, que deverão gerar 320 megawatts por ano.

As células fotovoltaicas são transparentes para assegurar que, ao mesmo tempo que captam a energia solar, permitem a penetração da luz natural no edifício. Estas células criam ainda padrões de sombra que permitem controlar a quantidade de luz que entra e criam padrões no chão da estação.

A nova Centraal Station possui ainda um parque de estacionamento subterrâneo com capacidade para 750 carros e 5.000 bicicletas.

A renovação do espaço esteve a cargo dos Benthem Crouwel Architects, MVSA Architects e do atelier de arquitectura paisagista West 8. A nova estação foi inaugurada a 13 de Março deste ano pelo rei Willem-Alexander. 

[nggallery id=359 template=greensavers]

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...