EUA: clientes da Honda vão ter sistemas fotovoltaicos a preços baixos

A marca de automóveis Honda está a lançar em 14 estados norte-americanos uma campanha de desenvolvimento sustentável sem paralelo na indústria – em qualquer indústria. Assim, quem for cliente Honda terá direito a uma instalação de um sistema de energia fotovoltaica solar gratuito em sua casa – haverá um pagamento, mas será baixo e faseado.

Segundo o The New York Times, a empresa quer recompensar os seus clients e reforçar a sua imagem de marca sustentável.

A iniciativa está a ser desenvolvida em parceria com a SolarCity, uma empresa de instalação de sistemas solares fotovoltaicos, e será decidida caso a caso. Os equipamentos serão vendidos a um preço muito baixo – ou até gratuitamente, sendo que a Honda espera financiar as operações em €48,6 milhões (R$ 127 milhões).

De acordo com executivos da marca, o investimento terá um retorno muito baixo, mas abre a porta a que outras empresas invistam na promoção das energias renováveis para o consumidor que não tem poder económico para o fazer.

“Quando nos tornamos parceiros de instituições financeiras, elas não nos estão a promover aos seus clientes, mas sim a dar-nos capital”, explicou Lyndon Rive, CEO da SolarCity. É aqui que reside a grande diferença em relação a esta iniciativa da Honda. “A Honda dá-nos acesso a uma base de clientes mais alargada, sobretudo pessoas com consciência ambiental”.

Normalmente, empresas como s SolarCity prometem aos seus potenciais clientes a instalação de um sistema solar fotovoltaico a preços baixos em troca de um contrato de longo prazo, em que o cliente paga uma taxa pela electricidade que gera. O preço da energia, muitas vezes, eleva o prazo do contatro, que pode chegar aos 20 anos.

Agora, os clientes da Honda poderão ficar a ganhar com esta nova abordagem, uma vez que esta iniciativa lhes irá dar descontos de €300 (R$ 783) em cima das habituais promoções mais agressivas da marca.

A iniciativa é válida para quem viva nos estados do Arizona, Califórnia, Colorado, Connecticut, Delaware, Hawaii, Maryland, Massachusetts, Nova Iorque, Nova Jérsia, Oregon, Pennsylvania, Texas, Washington e o District of Columbia. Será que a iniciativa se expandirá para Portugal ou Brasil?

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...