EUA: Joe Biden cancela licença de projeto de oleoduto e assina regresso ao Acordo de Paris

O novo Presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, aproveitou o primeiro dia de tomada de posse para alterar algumas medidas implementadas pelo ex-Presidente Donald Trump.

Entre as 17 ordens executivas assinadas, destacam-se o Regresso dos EUA ao Acordo de Paris, após a renúncia em junho de 2017, e o cancelamento da licença do oleoduto Keystone XL.

O 46.º Presidente pediu que fossem revistos todos os regulamentos que vão contra os objetivos nacionais e que põem em causa o combate à crise climática. Joe Biden promete em comunicado “ouvir a ciência”, a fim de:

  • “Melhorar a saúde pública e proteger o meio ambiente;”
  • “Garantir o acesso a ar e água limpos;”
  • “Limitar a exposição a produtos químicos e pesticidas perigosos; para responsabilizar os poluidores, incluindo aqueles que prejudicam desproporcionalmente comunidades de cor e comunidades mais vulneráveis;”
  • “Reduzir as emissões de gases de efeito estufa;”
  • “Reforçar a resiliência aos impactos das alterações climáticas;”
  • “Restaurar e expandir nossos tesouros e monumentos nacionais;”
  • “Priorizar a justiça ambiental e a criação de empregos sindicais bem remunerados, necessários para cumprir estas metas.”

 

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...