O projecto FOTOSSÍNTESE – o Jardim por quem nos visita é um dos três finalistas dos UMAC Awards 2018, um prémio internacional que celebra a dedicação, criatividade e o impacto dos museus universitários e das suas colecções nas instituições que os albergam e na comunidade e na sociedade em geral.

O UMAC é o comité internacional para as colecções e museus universitários e faz parte do Conselho Internacional de Museus (ICOM), a maior organização internacional de museus e profissionais de museus dedicada à preservação e divulgação do património natural e cultural mundial, do presente e do futuro, tangível e intangível.

O projecto FOTOSSÍNTESE recolheu imagens captadas no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra pelos seus visitantes, casualmente ou em ocasiões especiais, cruzando essas memórias pessoais com as mutações das plantas e dos espaços, ao longo das décadas.

O resultado foi uma exposição que esteve patente, entre Junho e Outubro de 2017, ao longo da Alameda Júlio Henriques, inserida no espaço natural do Jardim. Foi visitada por mais de dez mil pessoas.

Os outros dois nomeados para os UMAC Awards são a Universidade Livre de Bruxelas (Bélgica) e a Universidade de Perm, na Rússia. O vencedor vai ser anunciado durante a Assembleia Geral do UMAC, a decorrer de 21 a 24 de Junho. Mais informações aqui.