Famílias suíças investem no azeite biológico no Alentejo (com VÍDEO)

Há dez anos, duas famílias suíças instalaram-se no Alentejo com um único objectivo: produzir azeite biológico na herdade de Monte Novo de Fonte Corcho, perto de Serpa. No Alentejo, fizeram renascer a marca Risca Grande.

“O nome da marca veio de um mapa, que recebemos quando comprámos a exploração”, adiantou ao Economia Verde um dos responsáveis pelo projecto, Alfred Zehnder.

Numa primeira fase, a exploração começou com 92 hectares. Hoje, as duas famílias produzem azeite biológico em 130 hectares, mas querem mais. A começar por um novo lagar, que tenha capacidade para transformar mais azeitonas. É que a procura supera a oferta e há que aproveitar as oportunidades do mercado. Ainda assim, os responsáveis pela marca sempre rejeitaram a produção intensiva.

Segundo Alfred Zehnder, a Risca Grande exporta 95% do azeite que produz, sobretudo para nichos de mercado na Suíça, Alemanha, Suécia e Japão.

Em 2008, o Risca Grande foi considerado o melhor azeite biológico de Portugal. Há ainda o reconhecimento de melhor azeite biológico do mundo para um guia especializado, em 2011.

Veja o episódio 89 do Economia Verde.

 

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...