Fenómeno raro. Neve cai no deserto do Saara

Apesar de ser tradicionalmente o mês mais frio, o registo de gelo é raro no deserto do Saara em Janeiro. No entanto, nas regiões mais altas do deserto, em Ain Sefra, a neve assentou em cima da areia cor de laranja.

Ain Sefra está situada a uma altitude de 1.081 metros e fica rodeada da Cordilheira do Atlas, uma cadeia de montanhas que se estende por 2.400 quilómetros em Marrocos, Argélia e Tunísia. A neve também já tinha chegado aqui em 2018, 2016 e 1979.

De acordo com os meteorologistas, esta tempestade de neve é o resultado de uma massa de ar frio vinda do norte do globo que assentou no norte de África por causa das altas pressões atmosféricas na Europa. Essas pressões fizeram com que a massa de ar frio descesse mais do que é costume, baixando muito as temperaturas em Ain Sefra.

Esta altura do ano costuma ser marcada por temperaturas de 12ºC nessa cidade, mas que já teve também um recorde de -10ºC no inverno. No verão, o mercúrio dos termómetros sobe aos 37ºC.

Relatos divulgados em alguns meios de comunicação social indicam que a neve também caiu no Líbano, Síria e Irão – onde algumas regiões foram enterradas sob uma camada de neve de até um metro de altura.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...