Gana vai plantar hoje cinco milhões de árvores para restaurar as suas florestas

O Gana pretende plantar hoje cinco milhões de árvores em diferentes partes do país no âmbito do recém-declarado Dia Verde do Gana, uma data que pretende estabelecer como tradição anual, para conseguir a restauração da suas florestas e fazer frente à temida desertificação do país.

“Estamos totalmente preparados para tornar o Gana mais verde e não vamos descansar até que plantemos cada pequena planta cultivada ou doada por indivíduos e organizações para esta campanha”, disse o presidente do Comité de Planeamento do Projeto Verde do Gana a meios de comunicação locais.

Owuso-Bio garantiu que o interesse despertado pela iniciativa levou-os a aumentar a ua meta para 10 milhões de árvores.

Segundo o ministro de Terras e Recursos Naturais, Samuel Abu Jinapor, cujo departamento é responsável pelo projeto, Gana tinha 8,2 milhões de hectares de florestas em 1900, que hoje estão reduzidos a 1,6 milhões.

Algumas das principais ameaças às florestas do país são a extração ilegal de madeira para obtenção de madeira, a mineração ilegal em áreas florestais, a agricultura e a baixa pluviosidade relacionada com as alterações climáticas.

Uma longa lista de organizações e personalidades ganenses proeminentes – de igrejas a escolas e ONGs – estão a participar na campanha de plantação hoje, incluindo o presidente ganense Nana Addo Dankwa Akufo-Addo, que plantará uma árvore memorial na sede do governo na capital, Accra .

De acordo com o Ministro Jinapor, citado pelo diário local GhanaWeb, os alunos terão um papel essencial no Dia Verde do Gana e pelo menos 1,2 milhões de alunos participarão hoje na campanha, enquanto a Comissão Florestal do Gana fornecerá pequenas árvores em todo o país de forma a apoiar a campanha.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...