com o apoio
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

GNR resgata tartaruga leopardo africana em Pedrogão Grande

No passado dia 5 de abril, segunda-feira, foi descoberta uma tartaruga leopardo africana (Stigmochelys pardalis) a vaguear na via pública em Vila Facaia, no Município de Pedrogão Grande. O animal foi resgatado pela Guarda Nacional Republicana (GNR) do Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Proteção do Ambiente.

Segundo a GNR, os agentes deslocaram-se ao local devido ao alerta de um popular. A tartaruga tinha “40 centímetros de comprimento e dez quilos de peso”, e foi posteriormente “entregue no Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) do Centro, na Mata do Choupal, em Coimbra”.

A família Testudinidae, à qual a tartaruga pertence, está protegida pela Convenção do Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção (CITES), estando a espécie categorizada no Apêndice II.

Este apêndice inclui as espécies “que não estão necessariamente ameaçadas de extinção, mas que se podem extinguir, caso o seu comércio não seja estritamente controlado”. Neste caso, o comércio é autorizado através da concessão de uma licença de exportação, explica a CITES.

Publicado por GNR – Guarda Nacional Republicana em Terça-feira, 6 de abril de 2021

Publicado por GNR – Guarda Nacional Republicana em Terça-feira, 6 de abril de 2021

“A GNR recorda que, tratando-se de uma espécie invasora com poucos predadores naturais em Portugal, a tartaruga leopardo africana reproduz-se muito facilmente em estado selvagem, podendo tornar-se um fator de ameaça para a sobrevivência das tartarugas autóctones”, acrescenta a força de segurança em comunicado.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...