A investigadora do Instituto Superior de Agronomia (ISA), Maria Fernandes, venceu o Prémio Fluviário – Jovem Cientista do Ano 2011, com o artigo científico “Assessing riparian vegetation structure and the influence of land use using landscape metrics and geostatistical tools.”

O estudo enquadra-se no plano programático da linha de investigação ForBio, “Gestão da Biodiversidade em Sistemas Florestais, Aquáticos e Agro-florestais” do Centro de Estudos Florestais do Instituto Superior de Agronomia e teve como objectivos explorar a possibilidade da caracterização da estrutura espacial da vegetação ripária (vegetação das margens dos rios) através de instrumentos de deteção remota e estudar os efeitos do uso da terra na estrutura da vegetação ripária.

A Comissão Científica do Núcleo de Investigação do Fluviário de Mora (NIFM) deliberou ainda a atribuição de uma Menção Honrosa às candidatas Joana Ribeiro e Rita Vasconcelos, investigadoras, respectivamente, da Universidade de Aveiro e do Centro de Oceanografia da FCUL.

A segunda edição do prémio recebeu, até ao dia 31 de Dezembro de 2011, 19 candidaturas, todas consideradas para avaliação.

O Júri foi constituído por 31 personalidades que analisaram os artigos de acordo com os critérios de avaliação definidos em função de três grandes parâmetros: Mérito científico; Clareza e qualidade; Contributo para a conservação e biodiversidade de recursos aquáticos continentais. Cada artigo foi avaliado por dois elementos do júri.

“O Fluviário de Mora e o seu Núcleo de Investigação saúdam os candidatos e a excelência dos trabalhos apresentados, que prestigiaram, mais uma vez, a segunda edição do Prémio Fluviário – Jovem Cientista do Ano 2011, contribuindo para a divulgação e valorização do importante papel dos jovens investigadores para o desenvolvimento do conhecimento nas áreas da Conservação e Biodiversidade dos Recursos Aquáticos Continentais (Rios e Estuários)”, explicou a organização do prémio em comunicado.

Com mais de 500 peixes de 55 espécies diferentes de todo o mundo em habitats naturais, aquáticos e terrestres, num percurso entre a nascente e a foz de um rio, o Fluviário de Mora já recebeu, desde Março 2007 mais de 660 mil visitantes.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php