Já existe um guia para a Bioeconomia Circular destinado aos líderes empresariais

A bioeconomia é um conceito em que a economia utiliza recursos biológicos que se renovam e gerem de forma sustentável, e que se aplica na produção de energia, de alimentos e de produtos. De acordo com o recente relatório da BCSD Portugal, é uma oportunidade avaliada em 7,7 mil milhões de dólares até 2030, que contribui em simultâneo para um Planeta saudável, sendo por isso considerada um elemento central na recuperação verde.

O “Guia do CEO para a Bioeconomia Circular” é um documento destinado a todos os líderes empresariais, que procura dar a conhecer as oportunidades que a bioeconomia circular tem para oferecer ao setor privado. A publicação destaca cinco prioridades urgentes que esta resolve: a perda de biodiversidade, o desperdício alimentar, as alterações climáticas, a escassez de recursos e as alterações no uso do solo.

Alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS), a bioeconomia circular segue os objetivos 12 “Produção e Consumo Sustentáveis”, 13 “Ação Climática”, 14 “Proteger a Vida Marinha” e 15 “Proteger a Vida Terrestre”.

Na sua versão portuguesa inclui seis exemplos de ações realizadas por empresas nacionais, sendo elas a Lipor, a The Navigator Company, a Jerónimo Martins, a EDP, a PRIO e a Cortadoria Nacional de Pêlo.

“À medida que os recursos se tornam mais escassos e a procura das economias em crescimento aumenta, a economia circular torna-se essencial. A inovação nos produtos, processos e parcerias é fundamental para o crescimento económico sustentável e para uma parte significativa do trabalho dos nossos clientes. A bioeconomia circular será um contributo crucial para uma economia global mais sustentável e circular”, afirma Rich Lesser, CEO da Boston Consulting Group.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...