Shinrin-Yoku: a prática japonesa leva-o a absorver a floresta através dos sentidos

Investigadores japoneses tentaram encontrar nas florestas efeitos preventivos contra doenças relacionadas com o estilo de vida atual e propuseram um novo conceito chamado “banho de floresta” – em japonês, shinrin-yoku. Shinrin, em japonês, significa “floresta” e yoku significa “banho”. Por isso, shinrin-yoku significa absorver a floresta através dos nossos sentidos. A lista de artigos científicos que sustenta o termo e a sua prática é vasta, até porque nas últimas décadas têm surgido estudos que demonstram os benefícios para a saúde que o contacto com a natureza proporciona: desde fortalecer o funcionamento do sistema imunitário ou reduzir a pressão sanguínea à melhoria do humor e do sono, bem como o aumento de energia.

Num estudo de 2009, os investigadores mediram a atividade das células exterminadoras naturais ou células NK (do inglês “natural killer”) no sistema imunitário antes e após a exposição à floresta. Estas células têm um papel importante no combate a infeções virais e células cancerígenas.

Os participantes mostraram aumentos significativos na atividade das células NK na semana que sucedeu a visita à floresta e os efeitos positivos duraram um mês após cada fim-de-semana na floresta. “Estes efeitos devem-se a vários óleos essenciais – conhecidos como phytoncides – que as árvores, plantas e algumas frutas e vegetais libertam para se protegerem de germes e insetos. A inalação destes compostos parece melhorar o funcionamento do sistema imunitário”, lê-se no estudo.

Segundo um relatório do Instituto para a Política Ambiental Europeia, quem vive perto de árvores e espaços verdes também tem menos probabilidade de ser obeso, inativo ou de estar dependente de antidepressivos.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...