Lisboa nomeada uma das 11 melhores cidades do mundo para se beber um café

Istambul (Turquia), Paris (França), Telavive (Israel), Kailua-Kona (Havai, Estados Unidos), Seattle (Washington), Melbourne (Austrália), Havana (Cuba), Adis Abeba (Etiópia), Santa Maria de Dota (Costa Rica), Roma (Itália) e … Lisboa!

Estas são, para o US Travel News, as onze melhores cidades do mundo para se tomar um café. Um excelente café, seja pela qualidade da bebida, hospitalidade e vida cultural ou excelentes esplanadas e bares.

A publicação norte-americana elogia a capital portuguesa pela sua bica, rival do café turco pela sua intensidade – “contém mais água que um expresso tradicional, mas vai para baixo com muita suavidade”.

A publicação elogia ainda as pastelarias portuguesas e a combinação entre café e pastel de nata. Finalmente, destaca a Rua Dom Pedro V, no Bairro Alto, como a melhor para se beber uma bica na capital portuguesa.

“Thomas Jefferson disse um dia que o café era a bebida favorita do mundo civilizado. E não andava muito longe da verdade. Esta bebida cafeinada traz-nos energia, promove produtividade e é uma delícia para milhões em todo o mundo”, conclui o US Travel News, realçando a importância de um bom café para uma experiência cultural.

 

Pontos altos e curiosidades do café, por cidade.

Istambul, Turquia

O café preto turco serviu de inspiração para outras cidades amantes de cafés. A capital turca, apesar da primazia do çay (chá), não descura um bom café.

Paris, França

Apesar do café parisiense não ser nada de especial, a atmosfera da cidade, com os seus bares e esplanadas, convidam a tomá-lo. Com leite, de preferência. É uma atmosfera mágica, com o tempo a correr mais lento.

Telavive, Israel

A cidade gosta de café gelado no Verão e quente no Inverno. É um café parecido com o turco: preto, intenso e rico.

Kailua-Kona, Havai, EUA

O solo vulcânico do Havai e as condições meteorológicas criam um clima ideal para o café do Havai, um dos mais deliciosos – e caros – do mundo.

Seattle, Washington

A cidade de Frasier – que passava parte dos episódios… a beber café – tem uma das melhores culturas de café do mundo. A Starbucks, aliás, iniciou aqui o seu império, em 1971. A cidade tem várias marcas independentes, muitas delas detidas por empresários locais. Em cada 100 mil habitantes de Seattle há 35 que têm um café. Impressionante, não?

Melbourne, Austrália

A capital australiana do café até tem um jornal dedicado ao tema, o Melbourne Coffee Review. Um caso único mundial, provavelmente.

Havana, Cuba

O café cubano, um shot de expresso com açúcar demerara, é um café curto, doce e cheio de cafeína. Delicioso.

Adis Abeba, Etiópia

É considerado o local de origem do café, por isso os seus habitantes respeitam a tradição de beber um excelente café. Na Etiópia, beber um café é sinal de respeito e amizade.

Santa Maria de Dota, Costa Rica

Os costa-riquenhos gostam tanto de café que se referem a ele com o grão de ouro. Desde o século XVIII que o País cultiva o popular Arábica, crème-de-la-crème.

Roma, Itália

Os italianos adoram café, e em Roma há um cheiro a cafeína no ar, seja um cappuccino, macchiato ou expresso.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php