Metro de Londres: nova tecnologia recupera energia suficiente para electrificar estações

O metro de Londres transporta 1,2 mil milhões de passageiros por ano, tem uma rede de 402 quilómetros e a sua frota de carruagens chega aos 76,2 milhões de quilómetros. Com estes números, não é difícil adivinhar que a conta de electricidade é monstruosa.

Num esforço para manter o sistema mais verde e barato, a Transport for London, que gere o Metro de Londres, desenvolveu um teste de cinco de semanas com um travão regenerativo inovador que pode cortar 5% da conta de energia do metro, num total de €8,1 milhões poupados.

A nova tecnologia utiliza um sistema de captura de energia invertido, que recupera energia dos travões da carruagem e envi-a de volta em forma de electricidade. Nos carros híbridos e eléctricos, este sistema de recuperação pode ajudar a aumentar a distância percorrida, mas num dos meios de transporte mais cheios de uma das cidades com mais passageiros do mundo os efeitos podem e devem ser bem mais significativos.

Os testes iniciais decorreram na subestação de Cloudesley Road, na linha Victoria, e faz parte de um programa de modernização do sistema que envolve ainda a reparação da infra-estrutura existente e introdução da nova tecnologia, novos rolamentos e linhas.

Em apenas uma semana de teste, segundo o Gizmag, o sistema recuperou a energia suficiente para electrificar a estação de Holborn durante dois dias por semana. O TfL diz que a tecnologia pode recuperar 1 Mwh de energia por dia, o suficiente para electrificar 104 casas por ano.

Foto: Kurt Raschke / Creative Commons

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...