Ministério do Ambiente angolano manda fechar fábrica chinesa de plásticos

Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente de Angola (MCTA) obrigou a fechar uma fábrica chinesa de plásticos nos arredores de Luanda após denúncias de “poluição e desconforto” associados à atividade da empresa.

Segundo um comunicado hoje divulgado pelo MCTA, a fábrica Dong Neng foi encerrada no dia 12 de outubro pela Direção Nacional de Prevenção de Impactes Ambientais (DNPAIA), depois de tomar conhecimento das queixas dos moradores do Bairro Zona Verde, rua 44, no Munícipio de Belas-Luanda e dos responsáveis da empresa não terem respondido à notificação do ministério.

“Foram cumpridos os procedimentos legalmente definidos, visita de fiscalização às instalações da empresa no passado dia 05/10/2020, notificação aos responsáveis para aferir a legalidade do exercício da atividade executada nas instalações. Por se terem furtado em comparecer ao MCTA, a DNPAIA aplicou a medida de encerramento das instalações”, refere-se no comunicado.

A DNPAIA vai averiguar e as atividades exercidas nas instalações da empresa “DONG-NENG, Comércio Geral e Prestação de Serviços”, para apurar a “legalidade ambiental, bem como os danos causados ao ambiente”.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...