Nadia, o primeiro tigre do mundo com Covid-19 recupera com medicamentos

Nadia, de quatro anos de idade, foi o primeiro tigre em todo o mundo a ser diagnosticado com a doença. No dia 2 de Abril, depois de apresentar uma tosse seca persistente e falta de apetite, foi testada e deu positivo para o novo coronavírus (SARS-CoV-2), causador da covid-19.

No mesmo Zoo em Nova Iorque, outros seis felinos começaram a exibir sintomas associados à doença. Nadia foi a única a ser testada pois os veterinários queriam evitar que todos os animais fossem anestesiados.

“Com o carinho dos tratadores e os medicamentos anti-inflamatórios administrados, ela está a recuperar. Os restantes também apresentaram sintomas leves e esperamos que evoluam positivamente com o mesmo tratamento”, disse à Reuters Paul Calle, o veterinário chefe do Zoo de Bronx, em Nova Iorque.

Quando questionado sobre o crescente número de infetados nos Estados Unidos e o facto de o número de testes ainda a ser escasso em muitas áreas, o veterinário respondeu: “Não existe competição entre testes para pessoas e animais.”

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...