NASA nega que mundo vai acabar em Setembro

A popularidade dos comentários que, nos últimos tempos, têm anunciado que o Planeta será destruído por um asteroide gigante em colisão com a Terra, entre 22 e 28 de Setembro, levou a NASA e lançar um comunicado a negar tal acontecimento.

Segundo a agência norte-americana, “não existe nenhum asteroide ou cometa em colisão com a Terra”, pelo que a “probabilidade de uma grande colisão é muito pequena”.

Segundo a teoria, porém, vários Governos já sabem o que irá acontecer em Setembro, e até já se conhece o local em que o asteroide irá cair: perto de Porto Rico. Esta colisão provocaria sismos e tsunamis que podem destruir o leste norte-americano, o México e a América Central e do Sul.

A reacção da NASA surgiu depois de vários cidadãos lhe pedirem um comentário, de forma a poderem relocalizar-se para outras regiões do Planeta.

“Na verdade, e Segundo o que podemos dizer, nenhum grande objecto irá atingir a Terra em qualquer altura das várias centenas de próximos anos”, continuou um porta-voz da agência norte-americana.

Em Setembro, o físico britânico Brian Cox previu que o Planeta está em risco de ser dizimado por asteroides. “Há um asteroide com o nosso nome e vai atingir-nos”, comentou então Cox, explicando que o Planeta não está a levar a sério estes perigos e que, ainda há poucos meses, a Terra escapou “por pouco” à colisão com um asteroide.

Foto: NASA Goddard Space Flight Center / Creative Commons

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...