Noruega aposta no sector pesqueiro para poupar energia

Como é que um país como a Noruega, que gera quase toda a electricidade que consome através de energias alternativas, consegue reduzir as suas emissões? Quando a questão se colocou, a indústria pesqueira surgiu como a chave do problema.

Fazendo um rastreio de toda a sua actividade económica, a Noruega, que se comprometeu a reduzir em 40% as emissões de CO2 até 2030, descobriu na indústria pesqueira um filão a explorar. Actualmente esta indústria gasta cerca de 400 milhões de litros de diesel por ano, por isso qualquer redução deste consumo terá impacto imediato na pegada ecológica do país.

Apostada em criar condições para não faltar aos seus compromissos ambientais, a Noruega lançou o primeiro navio da indústria pesqueira do mundo inteiramente movido a electricidade. De nome Elfrida, está ao serviço de uma das maiores companhias pesqueiras norueguesas, dedicada à indústria do salmão.

Com 14 metros de comprimento e oito de largura, o Elfrida, construído em colaboração com a Siemens, tem autonomia para as suas oito horas de trabalho diárias. Será o primeiro da vasta prole que assegurará as metas ambientais deste país nórdico.

Foto: Siemens

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...