Skogkatt, a raça de gatos que adora o frio

Não se sabe, ao certo, como surgiu o gato Skogkatt, também conhecido como Norueguês da Floresta, mas apontam-se duas teorias. Uma delas afirma que esta raça teve início no abandono de alguns gatos domésticos, na fronteira entre a Noruega e a Suécia, por parte do povo Viking.

Contudo há quem acredite que os gatos Skogkatt apareceram, naturalmente, graças aos cruzamentos que ocorreram, entre diversas raças, nomeadamente a Angorá e a Viking. Apesar da controvérsia, sabe-se que este animal existe em Finnkogene há centenas de anos o que deu origem ao seu nome.

Este género de felinos tem um corpo mediano e proporcional. A sua cabeça, também de tamanho médio, tem estrutura triangular. Nesta é possível observar o nariz comprido e o pelo abundante que se encontra em maior quantidade nas laterais do focinho.

Este robusto gato tem olhos grandes, que podem ser verdes ou amarelados. As suas orelhas encontram-se sempre erguidas e contêm uma pequena porção de pelo, semelhante à dos linces. A sua longa pelagem encontra-se em maior quantidade na zona da cauda, conferindo-lhe um aspeto esponjoso. Alguns exemplares também podem apresentar essa porção aumentada de pelo na zona do pescoço, especialmente quando nos referimos a ambientes mais quentes.

O gato Skogkatt é aventureiro e muito independente, embora também possa ser carinhoso com o seu dono. Contudo, na presença de estranhos, o animal irá tornar-se mais reservado.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...